<BODY ><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d22473777\x26blogName\x3dQue+Tenhas+Teu+Corpo\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://quetenhasteucorpo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://quetenhasteucorpo.blogspot.com/\x26vt\x3d1140292415204065575', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
 
   Index






Design by
Gustavo Eólico
2005-2006




Habeas Corpus
-
Que tenhas teu Corpo
MANUTENÇÃO NECESSÁRIA

orri feito um louco para dentro de uma caverna que levava a um vulcão interior, corri como louco para dentro daquele lugar onde todas as respostas aqueceriam os músculos de meu rosto, eu procurei embestado por aquele paraíso a me fazer respondido e justiçado, queria ver queimar juntos todos os meus ressentimentos e inimigos, todos numa só dose de franca justiça, e noutra, de pura crueldade contra meus princípios, queria uma pira gigantesca para onde eu mandaria quase todos que conheço,e tantos outros que só sei o nome, e muitas multidões de desconhecidos, para em meus vales ter somente eu e o rio, por onde navegaria procurando nas vegetações marginais o perigo de novos símbolos e lendas, onde minha vida que não veio comigo nessa desejada viagem poderia então ser descoberta, e nova, seria minha, minha vida, nova, como se queimado num vulcão todos os ressentimentos e inimigos, no meu vale, o rio ou meu coração só tem esse desejo.
7:41 AM

1 Comments:

Blogger blue sky said...

Sei que entre este que escreveu e aquele que agora respira, há uma inspiração diferente e um expirar mais diferente ainda.
Mas, mesmo diante deste que foi você, penso como a natureza pôde dotar um só homem com tantas formas de se manifestar.
Ou eu penso que entendi as entrelinhas, ou este texto preencheu-as, sem contudo ficar pesado e verborrágico como seria natural, diante do tanto que foi exposto diante dos olhos que não vêem, só enxergam.

9:20 PM  

Postar um comentário

<< Home


Dê a outra face, repouse em conflitos
e ande sobre mares revoltos.
Eis a Liberdade.